Eu ainda acredito nas pessoas. E você?

Que atire a primeira pedra quem nunca sofreu uma decepção

14/02/2019 | 14:46
Última atualização: 14/02/2019 | 18:40

Foto: Banco de imagens (Pixabay)

Quem nunca se decepcionou com alguém? Decepção dói, deixa triste, muitas vezes tira o chão. Ela nos faz repensar se o que estamos fazendo vale a pena e, até mesmo, se devemos acreditar e confiar nas pessoas. Funciona como um buraco negro, que se deixarmos nos “engole”.

Decepcionar ou ficar decepcionado é uma forma de entender que somos todos imperfeitos. Bom seria se pudéssemos evitar as decepções para não termos tristezas. Mas infelizmente ela nos encontra…

E mesmo depois de repensar sobre as pessoas e ouvir que não devemos nos preocupar, importar ou acreditar, eu preferi ficar com o ensinamento de minha mãe. Por isto, ainda creio nas pessoas boas, honestas, sinceras e respeitosas.

Ainda existem pessoas que se afastam do egoísmo e da hipocrisia. E são estas que me fazem acreditar.

Ao me deparar com histórias como a do garoto de 11 anos que ensinou a mãe de 42 anos, catadora de lixo, a ler e a escrever, ou ainda como a do jovem de 19 anos que fazia faxina para pagar o cursinho pré-vestibular e foi aprovado no curso de medicina da Universidade de São Paulo (USP), acredito que vale muito mais as boas atitudes.

Estas histórias e pessoas nos trazem sorrisos, conforto e felicidade, além de nos trazerem lições de vida por meio de nossas emoções. Sim, eu ainda acredito. E você?

Juliana Franco

Juliana Franco

Jornalista, sãocarlense, apaixonada por Piracicaba, viciada em café, viagens, boas histórias e livros. Mãe dos gêmeos Lucca e Luigi. | Instagram: @jufrancojor

PIRADIGITAL © 2017 Todos os direitos reservados