Participação negra na construção de Piracicaba é destaque em projeto do Sesc

Sarau, batalha central e baile black acontecerão neste mês em locais históricos da cidade.

08/11/2018 | 09:39
Última atualização: 08/11/2018 | 13:45

Foto: Leticia Godoy.

Por meio de bate-papo, contação de história, lançamento de livro, oficina sobre arte africana, encontro de baile black e show, o projeto especial Quilombo – Representatividade e Cultura, do Sesc, pretende ativar os focos de resistência e promover um resgate da participação negra na construção de Piracicaba.

Construído entre o Sesc, o professor Noedi Monteiro e o filósofo Antonio Filogênio Jr., as atividades do projeto acontecem durante o mês de novembro na unidade local e em outros pontos da cidade de Piracicaba com programação aberta a toda a população.

Quilombo, palavra – de matriz étnico-linguística bantu, denomina as organizações negras constituídas nos espaços territoriais em áreas rurais e posteriormente área urbana, cuja principal ação quilombola é a libertação oriunda de um pensamento contra a escravidão e a submissão do negro. A programação completa pode ser conferida no site do Sesc.

Turismo Social | Passeio – Museu Afro Brasil
Ainda nesta temática, o Turismo Social promove em 24 de novembro, sábado, um passeio para o Museu Afro Brasil, localizado no Parque Ibirapuera na cidade de São Paulo.

Com transporte, seguro, ingresso, guia e almoço inclusos, os participantes passeiam um dia todo pelo local que possui acervo com obras, pinturas, esculturas, gravuras, fotografias, documentos e peças etnológicas, de autores brasileiros e estrangeiros com aspectos dos universos culturais africanos e afro-brasileiros.

A inscrição pode ser feita diretamente na Central de Atendimento do Sesc Piracicaba. Mais informações pelo (19) 3437-9292.

 

 

 

Piracicaba Digital

PIRADIGITAL © 2017 Todos os direitos reservados