TRE-SP realiza mutirão da biometria em Piracicaba (SP)

Apenas 30% dos eleitores da cidade já fizeram o cadastramento biométrico. Ação acontece nos dias 8, 9 e 16.

05/12/2017 | 07:10
Última atualização: 05/12/2017 | 07:10

Foto: Wilson Dias/ABr.

Apenas 30,41% dos eleitores de Piracicaba (SP) fizeram o cadastramento biométrico, de acordo com o Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP). Isso significa que do total de 284.143 mil eleitores, 43.403 realizaram o procedimento. Na tentativa de alavancar as estatísticas, o órgão lançou um mutirão para alavancar as estatísticas de cadastramento biométrico no estado.

Na cidade, os eleitores podem procurar os cartórios eleitorais da cidade para fazer a biometria das 9h às 18h, nos dias 8, 9 e 16 deste mês. É necessário levar um comprovante de residência atualizado, RG ou documento com foto e o título de eleitor.

Para participar do mutirão não é necessário realizar o agendamento pelo site do TRE. Os atendimentos acontecem por ordem de chegada. No entanto, quem desejar marcar dia e horário para ser atendido pode fazê-lo normalmente durante o período.

Segundo o TRE, o cadastramento biométrico é feito de forma progressiva e abrange primeiro os municípios menores, nos quais o procedimento deve atingir 100% da população até março de 2018. No caso de Piracicaba o cadastramento ainda não é obrigatório.

Transferência de título
Os eleitores que residem fora da cidade na qual votam e desejam fazer a transferência do título, podem procurar o cartório eleitoral com os seus documentos pessoais e solicitar a mudança. A biometria nesses casos é realizada de forma automática. Para tanto é necessário realizar o agendamento pelo site do TRE ou procurar orientação no cartório – no portal também é possível consultar os documentos necessários.

Agendamento
Na última semana o site do Tribunal Regional Eleitoral apresentou problemas para agendamento. Sobre isso, o órgão informou que a instabilidade foi ocasionada por falsos boatos a cerca de multas para quem não realizasse o procedimento, o que fez com que a capacidade dos cartórios fosse sobrecarregada.

Ainda segundo o TRE, a biometria deve garantir mais segurança e agilidade nas votações, já que os mesários terão menos operações no teclado e cada eleitor será reconhecido pela sua digital.

 

 

Arlete Moraes

Jornalista | PIRADIGITAL | arlete@piradigital.com.br

PIRADIGITAL © 2017 Todos os direitos reservados