Prefeitura reassume imóvel do Centro Social Cáritas na Pauliceia

Barjas Negri (PSDB) assinou cinco decretos de desapropriação amigável, porque pretende implantar no local um equipamento social.

19/01/2018 | 14:20
Última atualização: 19/01/2018 | 13:54

Foto: Justino Lucente

A Prefeitura de Piracicaba (SP) vai reassumir o imóvel onde funcionava o Centro Social Cáritas, no bairro Pauliceia. Para isso, o prefeito Barjas Negri (PSDB) assinou nesta semana cinco decretos de desapropriação amigável, porque pretende implantar no local um equipamento social, no espaço onde já funciona uma unidade de saúde.

O terreno foi doado pelo município em 1976, para a construção de uma sede do Centro Social Cáritas. Como houve a desativação da entidade, abandono do imóvel e a proposta de se implantar no local um equipamento social, o município fará a sua desapropriação.

O local, nos últimos meses, tem sido ocupado por marginais e usuários de drogas, levando insegurança à população que, por meio de vereadores – como Paulo Campos, Pedro Kawai, entre outros – e lideranças comunitárias, pediram a intervenção do poder Público.

Além disso, uma outra preocupação da Prefeitura, conforme relatou o procurador-geral, Sérgio Bissoli, era de que o imóvel, devido às penhoras, vá a leilão, impossibilitando o seu aproveitamento pelo município.

Entre 2013 e 2015 houve uma tentativa de recuperar o Cáritas. Mas, a nova diretoria se deparou com uma enorme dívida trabalhista, o que inviabilizava o funcionamento da entidade, que não podia receber recursos públicos em nenhum nível (municipal, estadual e federal). Isso acabou provocando a desativação do Cáritas.

A Prefeitura, sob a responsabilidade do procurador Bissoli, fará um plano para ocupar o imóvel, resolvendo principalmente as pendências judiciais e trabalhistas.

Piracicaba Digital

PIRADIGITAL © 2017 Todos os direitos reservados