Organizações sociais recebem repasse de R$ 24 milhões

Parcerias, estabelecidas por meio da Semdes, foram assinadas hoje (10). Entidades atendem mais de 22 mil famílias.

10/01/2018 | 16:43
Última atualização: 10/01/2018 | 16:43

Foto: Justino Lucente (CCS)

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Semdes) de Piracicaba (SP), celebrou hoje (10), no auditório do Museu da Água, parcerias com organizações sociais para realização de serviços socioassistenciais no município. Foram assinadas 26 parcerias com 18 entidades, resultantes dos chamamentos públicos realizados pela Pasta. Os investimentos, com recursos municipais, estaduais e federais, ultrapassam R$ 24,7 milhões e beneficiarão mais de 22 mil famílias. Em 2017, o valor repassado foi de R$ 21,8 milhões.

O prefeito Barjas Negri (PSDB), a secretária Eliete Nunes, o deputado Roberto Morais (PPS), os vereadores Pedro Kawai (PSDB) e Dirceu Alves da Silva (SD), Maria Germek, diretora da Drads (Diretoria Regional de Assistência e Desenvolvimento Social) e Mara Luciete Zanini, representante do Conselho Municipal de Assistência Social, fizeram parte da mesa na cerimônia, que teve a presença de representantes das entidades.

Os serviços oferecidos por meio das parcerias estão relacionados à proteção básica, que atende famílias em situação de vulnerabilidade social, e à proteção especial, que atende crianças, adolescentes, famílias e idosos que sofreram violação de direitos, além dos serviços complementares, como o Cadastro Único e o Centro de Artes e Ofícios. Os recursos são do município (R$ 18,7 milhões), Estado (R$ 1,1 milhão) e Governo Federal (R$ 4,8 milhões).

“Esses recursos são um auxílio importante a essas entidades que são parceiras importantes do município e prestam excelentes serviços à população de Piracicaba. Essa parceria mostra que a Administração valoriza o trabalho realizado por elas”, observou o prefeito Barjas Negri. “Isso é reforçado pela estratégia do governo municipal de todos os anos aumentar esses recursos, pelo menos com um reajuste acima da inflação, mesmo em tempos de crise”, completou.

Para a titular da Semdes, Eliete Nunes, a parceria é a garantia de realização de serviços socioassistenciais. “As organizações sociais que atuam na Política de Assistência Social e a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social fazem parte do Sistema Único de Assistência Social e contribuem para a garantia do direito socioassistencial às famílias que dela necessitam”, disse. “É um momento importante porque é o primeiro chamamento público, feito a partir da Lei 13.019, de 2014, do Marco Regulatório do Terceiro Setor. Protelamos um pouco para que todos se preparassem para esse novo modelo e todo mundo fez a lição de casa”, elogiou.

A secretária também mostrou aos presentes dados com a evolução dos valores repassados ao Terceiro Setor pelas três esferas governamentais, de 2012 a 2018, nas áreas de proteção básica, média e de alta complexidade, valor esse que passou de R$ 12,7 milhões aos atuais R$ 24,7 milhões.

As entidades parceiras que assinaram o termo são Cesac (Centro Social de Assistência e Cultura da Paróquia São José), Educando pelo Esporte, Afasmac (Associação Franciscana de Assistência Social Madre Cecília), Pasca (Pastoral do Serviço da Caridade), Apae (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais), Centro de Reabilitação, Passo a passo, Associação Presbiteriana , Apaspi (Associação de Pais e Amigos dos Surdos de Piracicaba), Avistar (Associação de Atendimento a Pessoas com Deficiência Visual de Piracicaba), Associação Síndrome de Down, Auma (Associação de Pais e Amigos dos Autistas de Piracicaba), Núcleo Espírita Vicente de Paula, Lar Betel, Lar dos Velhinhos, Casa do Bom Menino, Lar Franciscano de Menores e Crami (Centro Regional de Atenção aos Maus Tratos na Infância).

Piracicaba Digital

maxgourmet

PIRADIGITAL © 2017 Todos os direitos reservados