Mirante encontra animal morto e muito lixo na rede de esgoto

Lixo descartado na rede entope a tubulação e pode causar extravasamento

13/08/2019 | 15:12
Última atualização: 13/08/2019 | 15:12

Foto: Divulgação

Uma grande quantidade de lixo encontrada na rede de esgoto chamou a atenção da equipe técnica da concessionária Mirante na manhã do último sábado (10 de agosto). Ao realizar o monitoramento diário no sistema de esgotamento sanitário de Piracicaba (SP), por meio do Programa Ribeirão Limpo, além de acúmulo de gordura, os técnicos encontraram dentro da tubulação muito lixo, como tecidos, plásticos, preservativos, fios de telefone, galões, garrafas pet, arames, embalagens de leite, entre outros objetos. O lixo descartado na rede entope a tubulação e pode causar extravasamento de esgoto, prejudicando a população e o meio ambiente.

Além de fazer a manutenção e limpeza preventiva da rede de esgoto, o Programa Ribeirão Limpo tem equipe dedicada exclusivamente ao monitoramento e inspeções nos córregos e mananciais do município para identificar e solucionar lançamentos de esgoto clandestinos. “Para o bom funcionamento do sistema de esgotamento sanitário, além do trabalho operacional realizado pela concessionária, é necessária também a participação da população em não descartar gordura e lixo na rede de esgoto”, reforça Valdir Alcarde Junior, gerente de engenharia e operações da Mirante.

A concessionária ressalta que os usuários podem colaborar também informando a ocorrência de qualquer tipo de situação anormal no sistema de esgotamento sanitário do município. A comunicação deve ser feita imediatamente à Central de Atendimento do Semae, que pode ser acionada, gratuitamente, pelos telefones 115 e 0800 772 9611. O Semae registra a ocorrência e a encaminha para a Mirante, para verificação e providências necessárias. Quanto mais rápida for a comunicação, mais ágil será o atendimento e menor possibilidade de prejuízos ao sistema de esgotamento sanitário, à população e ao meio ambiente.

 

Piracicaba Digital

PIRADIGITAL © 2017 Todos os direitos reservados