Barjas Negri é reeleito presidente dos Comitês PCJ

Eleição ocorreu na manhã desta sexta-feira (28 de junho)

28/06/2019 | 16:44
Última atualização: 28/06/2019 | 16:44

Foto: Divulgação (Agência das Bacias PCJ)

O prefeito Barjas Negri (PSDB) foi reeleito presidente dos Comitês PCJ, para o mandato de 2019 a 2021. A votação, por unanimidade, ocorreu na manhã desta sexta-feira (28 de junho), durante a 23ª Reunião Ordinária dos Comitês PCJ, na Fumep (Fundação Municipal de Ensino de Piracicaba). Além da eleição da diretoria, houve a posse dos membros eleitos da sociedade civil (usuários de recursos hídricos e organizações civis) e indicados pelos municípios e órgãos governamentais (estados e União).

Presidente dos Comitês PCJ desde março de 2017, Barjas Negri também esteve à frente da entidade entre 2009 e 2012. Em seu discurso após o resultado das eleições, conclamou a todos a trabalharem em conjunto em favor das Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí.

“As ações dos próximos dois anos foram plantadas nos anos anteriores. Agradeço as críticas, sugestões e o apoio de todos, pois isso ajudou a melhorar o funcionamento dos Comitês”, afirmou Barjas Negri. “É fundamental o apoio da sociedade ao sugerir e, principalmente, fiscalizar nosso trabalho”, acrescentou.

Ele ainda citou o projeto de construção das duas barragens, em Pedreira e Amparo, como alternativa muito importante para crise hídrica em toda a região. “Se não fosse o trabalho dos Comitês, hoje não estaríamos com estas duas obras que devem melhorar a vazão do Rio Piracicaba e beneficiar toda a região. A previsão é que as duas barragens sejam finalizadas e entrem em funcionamento em 2021”, ressaltou o presidente dos Comitês PCJ.

O novo mandato dos membros e diretoria tem início nesta sexta-feira, 28 de junho de 2019, e vai até março de 2021. As eleições do Comitê das Bacias Hidrográficas dos Rios Piracicaba e Jaguari (CBH-PJ1), que abrange a parcela mineira das Bacias, já foi realizada em 2018. Nesta plenária, o comitê mineiro indicou seus membros para o comitê federal.

Além de Barjas Negri, eleito para presidir o CBH-PCJ e o PCJ FEDERAL, a diretoria ficou composta por Marco Antonio dos Santos, que continua como vice-presidente do CBH-PCJ e 2º vice-presidente do PCJ Federal, e Luiz Roberto Moretti, que já é o secretário-executivo dos Comitês PCJ desde abril de 2018. O primeiro vice-presidente do PCJ FEDERAL é José Maria do Couto, que também é presidente do CBH-PJ1. Como secretário-executivo adjunto do CBH-PCJ, foi eleito André Navarro. O secretário-executivo do CBH-PJ1 é Sidney José da Rosa.

Na ocasião, membros de cada um dos três segmentos que integram a entidade – órgãos de governo (estado e União), municípios e sociedade civil (usuários de recursos hídricos e organizações civis)– escolheram os representantes dos municípios paulistas no CRH-SP (Conselho Estadual de Recursos Hídricos) e CMC-SP (Conselho Estadual de Mudanças Climáticas).

Também foram indicados representantes dos Comitês PCJ nos Fóruns Paulista e Nacional de Comitês de Bacias e na Rede Brasil de Organismos de Bacias Hidrográficas (Rebob), além de eleitos representantes que compõem a Câmara Técnica de Planejamento (CT-PL). A CT-PL atua como instância preliminar dos Comitês PCJ para apreciar programas de ação e financiamentos de interesse regional e propor aos plenários a priorização de projetos e obras, além de integrar e articular as ações das demais Câmaras Técnicas, bem como a de consolidar propostas dessas Câmaras a serem submetidas aos Plenários dos Comitês PCJ.

 

Piracicaba Digital

PIRADIGITAL © 2017 Todos os direitos reservados